focosh@focosh.com.br
(45) 98813-1115
Você está em: Página Inicial > Policial
Promotoria pede prisão preventiva do vereador Adelar Neumann: ele segue detido na cadeia rondonense
A partir dessa entrevista, entidades iniciaram um movimento para ser apresentado o mais breve possível na Câmara de Mal Rondon, o pedido de cassação do mandato do vereador Adelar Neumann, do Democratas
Por Marechal News | Postado em: 06/02/2019 - 09:00

Mais Imagens

Aconteceu ontem (05), no final da tarde no Fórum de Mal Rondon, a audiência de custódia do caso do vereador Adelar Neumann, preso na segunda-feira pelo GAECO ao ser flagrado recebendo “mensalinho” de um servidor municipal comissionado da prefeitura.

Conforme denuncia, na investigação conduzida em parceria entre GAECO – Núcleo de Foz do Iguaçu e a 2o Promotoria de Justiça da comarca de Mal Rondon, foi apurado que o vereador do Democratas exigia metade do salário do servidor comissionado – cerca de dois mil reais – por ter sido ele quem fez a indicação para tal função.

Em depoimento a Policia Civil de Mal Rondon, o servidor municipal – com cargo de diretor na assessoria de comunicação – confirmou que desde agosto do ano passado, quando foi contratado pela prefeitura, teria repassado mensalmente parte de seu salário para Adelar Neumann.
O vereador foi preso na segunda por volta do meio-dia e ontem no final da tarde aconteceu no Fórum de Mal Rondon uma audiência de custódia.

Após a oitiva do vereador, o Promotor de Justiça apresentou pedido de decretação da prisão preventiva alegando haver necessidade de se garantir a ordem pública e por conveniência da instrução criminal.

A Defesa, por sua vez, representada pelo advogado Christian Guenther, contra argumentou alegando que não há risco de violação à ordem pública muito menos prejuízo à instrução criminal pois o acusado exerce mandato de vereador, sendo que o suposto delator exerce cargo no poder executivo, não havendo interferência do vereador em sua nomeação ou exoneração.

O advogado Christian Guenther fala da audiência de custódia ontem, destacando que a decisão agora cabe ao juiz da Vara Criminal, Clairton Mario Spinassi, que vai avaliar os pedidos da Promotoria e Defesa; e enquanto isso o vereador Adelar Neumann segue detido na Delegacia rondonense.

Na edição de ontem, de Frente Ampla de Noticias, o presidente da ONG Vigilantes da Gestão, Sir Carvalho, de Curitiba, concedeu entrevista visto que em 2017, a Organização denunciou Adelar Neumann por praticas irregulares quando ocuparia – conforme a denuncia – cargo de gerente da Agencia do Trabalhador – SINE – de Mal Rondon, nos anos de 2013 e 2014.
O presidente da ONG ainda solicitou na entrevista mobilização da sociedade rondonense, para ingressar o pedido de cassação do mandato de vereador de Adelar Neumann.

A partir dessa entrevista, entidades iniciaram um movimento para ser apresentado o mais breve possível na Câmara de Mal Rondon, o pedido de cassação do mandato do vereador Adelar Neumann, do Democratas.

Últimas Notícias
Policial 19 Fev às 08:36
Sete pessoas são rés no processo sobre a morte do jogador; três testemunhas sigilosas foram ouvidas nesta segunda-feira (18), em São José dos Pinhais
Policial 16 Fev às 21:45
Ana Paula do Nascimento foi morta com pelo menos sete golpes de faca. Namorado, de 17 anos, foi apreendido pouco tempo depois do crime
Policial 16 Fev às 21:30
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado no dia 6 de fevereiro a 12 anos e 11 meses por corrupção e lavagem de dinheiro no processo que investiga uma reforma no sítio em Atibaia
Policial 10 Fev às 17:35
Primeira batida, na BR-163, deixou um casal morto, na noite de sábado (9); e, na manhã deste domingo (10), dois homens que voltavam de uma festa morreram na PR-495
Policial 06 Fev às 09:11
Cleide Barbosa quer que responsáveis pela morta da filha sejam punidos
Policial 31 Jan às 09:01
A decisão atende um pedido do Ministério Público Federal (MPF). De acordo com juiz, o Regimento de Polícia Montada não tem 'como missão principal realizar a guarda e vigilância de presos'.
Tecnologia e desenvolvimento