focosh@focosh.com.br
(45) 98813-1115
Você está em: Página Inicial > Política
Comissão aprova parecer favorável ao fim da aposentadoria a ex-governadores do Paraná
Texto original que põe fim à aposentadoria, e a emenda para extinguir o pagamento para quem já recebe, serão votados em sessão plenária nesta quarta-feira (15)
Por G1 | Postado em: 15/05/2019 - 07:08

A Comissão Especial criada para analisar a proposta de fim das aposentadorias vitalícias a ex-governadores do Paraná aprovou o texto do projeto, nesta terça-feira (14). O parecer foi aprovado por unanimidade pelos parlamentares membros da comissão.

Agora, o texto original proposto pelo deputado Cobra Repórter (PSD) que põe fim à aposentadoria dos futuros ex-governadores, e a emenda apresentada com o apoio de 32 parlamentares para extinguir o pagamento também para os ex-governadores que já recebem o benefício, serão votados em uma sessão plenária marcada para a manhã desta quarta-feira (15).

Atualmente, conforme a Alep, 11 ex-governadores e viúvas recebem o benefício. Os textos precisam de 33 votos para serem aprovados.

Por ano, as pensões custam aos cofres públicos R$ 3,6 milhões. O benefício vale, inclusive, para gestores que ficaram pouco tempo no cargo.

A PEC original foi apresentada pelo Governo do Paraná em fevereiro. De acordo com a Constituição Estadual, os ex-governadores têm direito a uma pensão no mesmo valor do salário de um desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), que atualmente é de R$ 30.471,11.

Últimas Notícias
Política 10 Out às 06:23
Texto, que vai ao Senado, definiu percentuais de estados e municípios
Política 05 Out às 10:46
Tecnologia da informação é usada para identificar irregularidades
Política 03 Out às 15:08
Presidente criticou ativismo do Judiciário e Ministério Público
Política 27 Set às 20:53
Congresso Nacional ainda pode apreciar os vetos na semana que vem
Política 22 Set às 09:44
Se a lei for sancionada, valerá para as eleições municipais de 2020
Política 31 Ago às 07:55
Presidente diz que chanceler alemã reafirmou soberania brasileira
Política 30 Ago às 09:17
Sessão extraordinária ocorreu na noite desta quinta-feira (29); parlamentar era apontado como líder de uma organização criminosa que fraudava licitações para favorecer empresas dele
Tecnologia e desenvolvimento